segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Venom/ Cronos: Pití com a banda Nervosa e acusações de agressão.

Chatão esse babado do Cronos. 

Poxa vida, o cara praticamente criou o black metal, tem o mérito de ter emplacado um estilo que inspirou toda uma geração musical, e agora que conquistou tudo o que tem (graças aos que sempre apoiaram e admiraram seu trabalho), este hoje jovem senhor se revela um tremendo imbecil.

Não faço a mínima idéia do porquê do show da banda Nervosa ter sido interrompido por ordens da banda Venom. No sábado, 21, elas tocavam antes deles em um show no Chile, e acabaram tendo de sair do palco quatro músicas mais cedo, com o público empolgado, pedindo mais..! Até agora não soube de nenhuma explicação que tenha sido dada para o ocorrido além desse pedido da banda. Segundo o depoimento da roadie da Nervosa, nem à elas foi dado maior esclarecimento.

Mas aí eu fico sabendo que o tal Cronos agrediu (inclusive fisicamente) uma fã brasileira. Nem a filmagem intimidou a atitude grosseira do músico - e a postura condescendente dos demais à sua volta, convenhamos. ( link para o vídeo )



O mais triste é ver gente dando razão pro cara, dizendo que ele devia estar cansado, que alguns fãs são invasivos mesmo, e que o Venom foi contratado pra vir fazer shows e não ficar dando autógrafo em aeroporto. Tá, meu: nesse caso vira as costas, deixa o manager ser o antipático, não fala nada que é melhor. Dar esse tipo de resposta pra alguém que acabou de declarar o quanto considera seu trabalho é no mínimo cruel. Pra mim foi repugnante. Imagina tu chegar no crush e dizer "Te amo!' e ele "Ama porque quer, foda-se."

E eu achei que conhecia rockstars babacas. Parabéns, Cronos, ganhou o troféu, mas perdeu o respeito. Ele ainda não sabe que mexer com mulher brasileira é pior que provocar o demônio.




Nenhum comentário:

Postar um comentário