sábado, 11 de março de 2017

Os coveiros do Grave Digger vêm curar o Brasil pelo Metal!

(Google/Divulgação)

Considero um privilégio para uma banda, chegar a um patamar de referência onde até os fãs mais relapsos do gênero imediatamente reconhecem o nível do clássico.   É notório que o GRAVE DIGGER  já conquistou seu status de "sinônimo de heavy metal" entre a comunidade metaleira, junto com outros monstros do porte de Rage, Accept, Running Wild...Ainda que os mais novinhos não saibam nenhuma letra de cor, com certeza ainda reconhecem a autoridade pelo título. Agora, se algum pretenso headbanger  disser que nunca nem ouviu falar nessas bandas,  aí é pagodeiro infiltrado, pode crer.😒 (*risos*)




(Foto ilustrativa em: HellBonito.com.br)

Não sou capaz de precisar quando tomei consciência do Grave Digger na minha vida, mas sei bem COMO foi: um vinil nacional de "Witch Hunter", na casa de uma coleguinha de escola. Era começo dos anos 90, computador era uma novidade rara, não havia Internet e CD's ainda eram relativamente caros, mas muita gente ainda tinha vitrola e vinis em casa.

Esse também já tocou na festinha da escola.

Nos reuníamos ás vezes especialmente para ouvir música, e  acabava ouvindo de tudo que tinha na estante. Com certeza o álbum não era dela, mas naquela época não passou pela minha cabeça questionar. E eu já era maiorzinha o suficiente pra fazer o trocadilho, quando teimava com a turma que a musiquinha dos Power Rangers era"Heavy Metal Breakdown".




Este mês, a banda carimba sua décima passagem pelo Brasil, de um histórico que inclui a gravação de um DVD comemorativo de 25 anos da banda, filmado em 2005 no (extinto, porém eterno em nossos corações) DirecTV Music Hall, em São Paulo. E agora em 2017, Dona Morte e sua turma aterrizam por aqui promovendo o último álbum de estúdio da banda, "Healed By Metal", lançado em janeiro.  Um trabalho que por sinal, entrega aos fãs nada menos do que se espera do Grave Digger:  essência concentrada do mais puro heavy metal "raiz". (100%)😂😂


Ah, e a abertura do show aqui em Sampa será feita por nada menos que a gloriosa ARMAHDA, ressuscitando os momentos épicos da História do Brasil no mesmo palco onde fizeram sua estréia, em 2014.

Foto: http://thrashcomh.com.br
Primeiro show da Armahda : Carioca Club, bem no 7 de setembro, 2014. (Foto:  Thrash com H)




Animou? Pega o colete jeans e cola na grade!




Serviço- São Paulo 
(Fonte: THE ULTIMATE MUSIC – PR)


Produção: Overload

Data: domingo, 26 de março de 2017
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 (próximo ao Metrô Faria Lima)
Hora: 18h (abertura da casa) | 19h (show time)


Imprensa: press@theultimatemusic.com | 11 964.197.206

Capacidade: 1.500 lugares
Classificação etária: 16 anos. Entre 14-16 anos somente acompanhado por pai ou mãe munidos de documentos.
Duração: Aproximadamente 90 minutos
Estacionamento: nas imediações (sem convênio)
Estrutura: ar condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes e enfermaria


SETORES / PREÇOS (1º lote)

PISTA: R$ 100,00 (meia-entrada/promocional*)
CAMAROTE: R$ 170,00 (meia-entrada/promocional*)
*doe um kilo de alimento na entrada da casa no dia do evento e pague meia entrada).

Ponto de venda sem taxa de serviços (pagamento em dinheiro): Bilheteria do Carioca Club

COMPRA PELA INTERNEThttp://www.clubedoingresso.com
*Consulte o ponto de venda mais próximo da sua região, no site do Clube do Ingresso.

*Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
**A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
***É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário