terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Waking up

Parece mentira, mas é fato que eu passei uns anos na Amazônia, isolada do (meu) mundo. Sei que soa como desculpa esfarrapada, esse papo de meio do mato, mas tinha até bruxa funkeira, ogro anti-heavy metal e tudo. Mas vamos deixar pra lá, não vale a pena não, falar dessas coisas. Até que deu pra causar um pouco: em Manaus vi Iron Maiden, Sepultura, André Matos um par de vezes. Mas fora do meu território eu geralmente mantinha o low profile e os trajes civis.

Mas o pior foi voltar à realidade e descobrir coisas ainda mais tristes, tipo, o Andi Deris tá velho e gordo e o Tobias Sammet contratou um personal stylist . Savatage, aquela banda maravilinda que eu amava de paixão, sumiu. E quem diabo são Lety e Lallie, e de que raios de bandas os blogs das "fifis" estão falando agora? Cadê as Manifashion Girls e as meninas que se derretiam pelo Sonata Arctica? Pára o mundo que eu quero descer!

Desci. Agora o negócio e fazer o reconhecimento e seguir em frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário